quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Censura, Tortura e Perseguição Política durante a Ditadura Civil-Militar no Brasil (1964-1985)

O tema a seguir é bastante atual, porém pouco debatido na sociedade brasileira. Os principais veículos de comunicação da imprensa tem uma resistência a tocar nessa temática, uma vez que a maior parte da "grande mídia" tem vínculos financeiros e ideológicos com os grupos que patrocinaram e torturam aqueles que resistiram à esse regime ditatorial no Brasil. Portanto, o espaço escolar tem que proporcionar esse debate e, em especial, instigar a reflexão sobre o período mais obscuro da nossa história recente.

Censura, Perseguição Política e Tortura são três temas coexistentes e altamente interrelacionados nos regimes ditatoriais. A prática da censura, que consiste no controle das informações e pensamentos a circularem na sociedade, leva diretamente à perseguição política daqueles que desejam exercer sua liberdade de expressão. Quando essa liberdade se faz contra a estrutura de poder, de governo, que nega a participação popular nas tomadas de decisões e impõe de forma brutal sua ideologia, esse Estado que no caso brasileiro estava nas mãos dos militares sustentados por uma elite financeiramente ligada aos interesses do capital estadunidense, julga-se no direito de silenciar as vozes contrárias à ele. A prática de tortura é tão antiga quanto a história da humanidade, porém a civilização do século XX, particularmente a sociedade "democrática livre" autopromivida pelos EUA aos "vencerem" a II Guerra contra os cruéis nazistas, utilizaram-se de instrumentos tão revoltantes quanto o III Reich. Não só no Brasil, mas em toda a América Latina, as Forças Armadas nacionais, que receberam formação ideológica do Pentágono, padronizaram e colocaram em prática as orientações da CIA (Agência de Inteligência Estadunidense) para torturar qualquer militante "comunista". Por comunistas, os militares da Ditadura entendiam qualquer cidadão que constituisse ameaça ao poder centralizado e didator.

Vale a pena refletir sobre esse tema a partir desses vídeos:
video

Música "Anos de Chumbo" do grupo de Rap Nacional Face da Morte, de Hortolândia, periferia de Campinas, interior de São Paulo, analisa a história da ditadura e destaca a resistência ao regime miliar:


Links interessantes sobre o tema:

http://www.rebelion.org/noticia.php?id=6838

http://www.brasildefato.com.br/v01/agencia/analise/1964-democratas-e-ditatoriais-1/?searchterm=ditadura%20militar

http://www.brasildefato.com.br/v01/agencia/nacional/as-feridas-abertas-da-ditadura/?searchterm=ditadura%20militar

http://pt.wikipedia.org/wiki/Ditadura_militar_no_Brasil_%281964-1985%29#Anos_de_chumbo

Um comentário: